Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/08/20 às 9h51 - Atualizado em 7/08/20 às 16h24

06/08

COMPARTILHAR

Metrópoles – Pró-Vítima atendeu 123 mulheres vítimas de violência no DF em 2020

“Temos uma equipe técnica, formada por psicólogos e assistentes sociais, preparada para cuidar, acolher e orientar cada uma dessas mulheres, que nos procura nesse momento tão difícil”, afirmou a secretária de Justiça e Cidadania do DF, Marcela Passamani.

“Depois que essa mulher denuncia o agressor e busca ajuda para sair do relacionamento abusivo, nos preocupamos em oferecer todas as condições necessárias para que elas possam restabelecer seu equilíbrio, mental e emocional, e seguir uma nova vida sem violência”, assinalou.

 

Pelo Mundo- Faz bem fazer o bem

“É um orgulho e uma satisfação saber desses dados. Nós, da Secretaria de Justiça, trabalhamos muito para prestar um serviço de qualidade e com eficiência para a população do DF, que considero muito solidária”, ressalta a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani. De acordo com ela, o mês do voluntariado merece destaque. “Precisamos discutir a cultura da responsabilidade social”, afirma.

 

Agência Brasília -Faz bem fazer o bem 

“É um orgulho e uma satisfação saber desses dados. Nós, da Secretaria de Justiça, trabalhamos muito para prestar um serviço de qualidade e com eficiência para a população do DF, que considero muito solidária”, ressalta a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani. De acordo com ela, o mês do voluntariado merece destaque. “Precisamos discutir a cultura da responsabilidade social”, afirma.

 

Portal do Callado – Lei Maria da Penha: Sejus destaca serviços de acolhimento à mulher no DF

“Temos uma equipe técnica, formada por psicólogos e assistentes sociais, preparada para cuidar, acolher e orientar cada uma dessas mulheres, que nos procura nesse momento tão difícil”, explicou a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani. “Depois que essa mulher denuncia o agressor e busca ajuda para sair do relacionamento abusivo, nos preocupamos em oferecer todas as condições necessárias para que elas possam restabelecer seu equilíbrio, mental e emocional, e seguir uma nova vida sem violência”, completou.

 

Blog da Cris- Pelo Mundo- Faz bem fazer o bem

“É um orgulho e uma satisfação saber desses dados. Nós, da Secretaria de Justiça, trabalhamos muito para prestar um serviço de qualidade e com eficiência para a população do DF, que considero muito solidária”, ressalta a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani. De acordo com ela, o mês do voluntariado merece destaque. “Precisamos discutir a cultura da responsabilidade social”, afirma.