Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/10/20 às 10h48 - Atualizado em 30/10/20 às 15h37

30/10

COMPARTILHAR

Correio Braziliense -Primeira unidade socioeducativa para mulheres é inaugurada no DF

Titular da Sejus, Marcela Passamani discursou durante o evento inaugural. “Quando eu vejo vocês, meninas, me dá mais força de reafirmar o meu compromisso com cada uma de vocês, que é o de torná-las cada vez mais empoderadas, capacitadas e fortalecidas para acreditar em seu potencial pessoal. Por isso, nós priorizamos o investimento na ressocialização por meio de oficinas, feiras de livros e atividades de cidadania. No que depender de nós, vocês terão um futuro brilhante”, disse Passamani.

 

Correio Braziliense -Terreno cedido pelo GDF abrigará projeto para dependentes químicos

Uma entidade que acolhe pessoas em tratamento contra o vício das drogas e do álcool tomou posse de um terreno cedido pela Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap) ao Distrito Federal, por meio da Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania do DF (Sejus). A área de 35 hectares, localizada na zona rural de Ceilândia, será a sede da unidade masculina da Fazenda Esperança.

 

Agência Brasília -Cuidados da Vigilância Sanitária nos cemitérios

Há regras específicas para utilização de carros em cada cemitério administrado pela empresa. Haverá maior número de colaboradores nos locais, inclusive vigilantes, além do reforço da Secretaria da Segurança Pública, da Secretaria de Justiça, do DF Legal, das administrações regionais, das Polícias Militar e Civil, do Detran-DF, do DER-DF e do Corpo de Bombeiros.

 

EG News – Regras para funcionamento dos cemitérios

“O ideal é que as pessoas evitem ir a esses locais para que não se formem aglomerações. No entanto, nós estamos preparados para atender com segurança quem deseja prestar suas homenagens presencialmente. É fundamental que cada visitante seja consciente e faça a sua parte, seguindo as orientações e os cuidados necessários”, afirmou a secretária Marcela Passamani.

 

Globo/G1-DF inaugura 1ª unidade socioeducativa exclusiva para meninas de 12 a 21 anos

Para a secretária de Justiça e Cidadania do DF, Marcela Passamani, o investimento na ressocialização é para capacitar e fortalecer as meninas do centro. “Nós priorizamos o investimento na ressocialização por meio de oficinas, feiras de livros e atividades de cidadania. No que depender de nós, vocês terão um futuro brilhante”, disse a secretária.

 

Jornal de Brasília – ONG vai distribuir máscaras arco-íris para público LGBT no Distrito Federal

O Brasília Sem LGBTfobia 2020 é feito em parceria com o Instituto Pró Bairro e tem fomento da Secretaria de Justiça do Governo do Distrito Federal.

 

Agência Brasília- Adolescentes participam de ações do Outubro Rosa

“O melhor caminho é olhar para si e saber que somos donas do nosso destino”, enfatizou a secretária. “Por isso, queremos capacitá-las, prestar toda a assistência possível para que todas saiam daqui empoderadas e com novas possibilidades para um futuro brilhante”.