Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/01/19 às 16h49 - Atualizado em 24/01/19 às 17h10

Ação para garantir direitos dos idosos

COMPARTILHAR

 

O subsecretário de Direitos Humanos da Sejus/DF, Juvenal Araújo, recebeu nesta quarta-feira (23) o secretário Nacional da Promoção e Defesa da Pessoa Idosa do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Antônio Costa, para planejar ações voltadas para o idoso. Uma delas é a implementação de Telecentros, unidades públicas que permitem o uso de microcomputadores, acesso à internet e capacitação digital nas cidades satélites.

 

A proposta visa criar centros de referência para pessoas idosas em três eixos: Educação Financeira para uma autonomia e organização com os processos econômicos; Vida Saudável para a promoção de saúde; e Inclusão Digital, como forma de inserir idosos na informática e na utilização da internet.

 

A criação de cinco Telecentros para o Distrito Federal é outra ação prevista, sendo o primeiro instalado na cidade de Ceilândia. O Governo Federal, por meio da Secretaria Nacional, fornecerá computadores, webcans impressoras, capacitação de monitores e buscará parceiros nas universidades.

 

“Temos que avançar, precisamos trabalhar para buscar funcionalidades e os melhores projetos para área de direitos humanos, os idosos fazem parte disso”, ressaltou o secretário, que disponibilizou o Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU das Artes) para abrigar o projeto.
Na quarta-feira (30/01) será realizada uma visita técnica para estudar a viabilidade do primeiro Telecentro do DF, em Ceilândia.

 

A reunião contou, ainda, com a presença de Diego Moreno, subsecretário de Igualdade Racial e representantes da Central Judicial do Idoso, projeto do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) e da Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) que tem como foco o acolhimento multidisciplinar da pessoa idosa.