Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/08/19 às 11h32 - Atualizado em 15/08/19 às 11h32

Curso de qualificação profissional beneficia jovens do sistema socioeducativo

COMPARTILHAR

 

Cerca de 22 jovens e adolescentes do sistema socioeducativo da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) concluíram, nesta quarta-feira (14), o curso de qualificação profissional em Assistente Administrativo. Durante 10 meses, dentro da Unidade de Internação de Santa Maria, os aprendizes tiveram a oportunidade de estudar e aprender uma profissão, com aulas teóricas e práticas. A cerimônia de formatura ocorreu no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), no Gama, e reuniu os professores e as famílias dos socioeducandos.

 

A turma faz parte do Programa Medida de Aprendizagem no DF, fruto do termo de cooperação entre a Secretaria de Justiça e Cidadania, Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), Ministério Público do Trabalho (MPT), Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), Superintendência Regional do Trabalho no DF, Defensoria Pública do DF e o Senai.

 

O objetivo do curso é ampliar as possibilidades de inserção dos socioeducandos no mercado de trabalho por meio da profissionalização. Também é uma ação importante para garantir a ressocialização dos adolescentes que cometeram atos infracionais.

 

Para o secretário de Justiça e Cidadania, Gustavo Rocha, a ideia é ampliar a oferta dos cursos de aprendizagem. “A Sejus está muito envolvida nesse projeto e a meta é formar mais aprendizes e garantir novos cursos e turmas. As parcerias são importantes porque é o esforço do coletivo que permite ações como essa”, afirma.

 

O programa, segundo o subsecretário do Sistema Socioeducativo da Sejus, Demontiê Alves, não oferece aos participantes somente o curso de qualificação, mas a experiência de ter um emprego, inclusive com a carteira de trabalho assinada. “Esse é um programa pioneiro. A experiência é inovadora para os adolescentes e mostra o quanto é válido oferecer o primeiro emprego. É a primeira assinatura na carteira de trabalho desses jovens e uma capacitação do Senai”, ressalta.

 

Ao receber o diploma, o jovem aprendiz T. G. F. D comentou a importância do incentivo e do apoio que recebeu para estudar “Hoje podemos celebrar esse momento graças ao incentivo dos professores e esforços de muitos envolvidos”, disse. E complementa que o curso será importante para que ele e os demais socioeducandos encontrem uma nova trajetória de vida ao deixarem a unidade de internação do sistema socioeducativo. “Sabemos da importância disso para nosso futuro e dos desafios que teremos de enfrentar daqui para frente”.

 

A próxima formatura acontecerá nesta quinta-feira (15), quando 26 jovens aprendizes da Unidade de Internação do Recanto das Emas receberão o certificado do curso de pedreiro.