Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/02/19 às 10h59 - Atualizado em 20/02/19 às 11h01

Fraternidade Universalista da Divina Luz Crística (FUDLC) retoma suas atividades

COMPARTILHAR

 

O DF Legal, antiga Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis), suspendeu nesta terça-feira (18) a interdição do funcionamento da entidade Fraternidade Universalista da Divina Luz Crística, de base umbandista, que teve as atividades interrompidas no dia 5 de fevereiro após denúncias de moradores da Quadra 13 do Park Way.

 

A suspensão da punição deu-se após a intermediação da Secretaria de Justiça e Cidadania do DF (Sejus-DF) que, após reunir-se com representantes da entidade, entrou com ação junto ao órgão DF Legal questionando os procedimentos que levaram à penalidade.

 

O secretário da Sejus, Gustavo Rocha, disse que a suspensão foi importante porque mostra respeito à liberdade de culto, uma vez que a entidade Fraternidade Universalista da Divina Luz Crística estava agindo dentro dos preceitos legais.

 

Segundo o subsecretário de Igualdade Racial da Sejus, Diego Moreno, “a atuação da secretaria pautou-se na documentação apresentada pela associação, onde restou comprovada a inexistência de atividade comercial e, ainda, o laudo técnico comprovando a baixa emissão de ruídos quando da realização das atividades litúrgicas”.