Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/10/19 às 18h20 - Atualizado em 1/10/19 às 18h22

Dia do Idoso: cerca de 300 pessoas participam de atividades na Estação do Metrô da 112

COMPARTILHAR

 

No Dia Nacional do Idoso, comemorado nesta terça-feira (1º), várias atividades de promoção dos direitos dos idosos foram realizadas pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), na Estação de Metrô da 112 Sul. O encontro teve como objetivo resgatar a dignidade da pessoa idosa, reafirmar valores e prestigiá-los nesse dia especial. A data também é um momento de reflexão para que a juventude possa cuidar e proteger os idosos e lembrar que a idade chega para todos.

 

Cerca de 300 idosos compareceram na ação e contaram com orientações jurídicas, serviços de saúde como aferição de pressão e glicemia, consulta oftalmológica, além de outros como emissão de credencial para vaga de estacionamento, Ouvidoria, Procon e cuidados pessoais como corte de cabelo e terapia por meio de capoeira.

 

O secretário-executivo da Sejus, Maurício Carvalho, representou o secretário Gustavo Rocha na ação e falou sobre a importância de resgatar a dignidade da pessoa idosa e fazer com que se sinta acolhida, valorizada e prestigiada.

 

“Os idosos são especiais e importantes. Com o olhar da experiência, eles transmitem valores que podem ajudar a construir um mundo melhor e uma sociedade justa. E a Sejus busca isso, diminuir as desigualdades que existem no Distrito Federal e assegurar que todos tenham seus direitos garantidos”, disse.

 

A implementação de políticas públicas para o envelhecimento ativo e saudável foi o assunto abordado pelo subsecretário de Políticas para Idoso da Sejus, Washington Mesquita. “Vamos melhorar a qualidade de vida desta população, inclusive, estamos indo nas cidades ouvir as necessidades dessas pessoas. É preciso dar carinho, respeito e atenção, além de combater a violência que atinge os idosos no lar ou na sociedade. Também temos informado sobre a importância dos direitos adquiridos há 16 anos no Estatuto do Idoso”, explicou.

 

Angelina Lopes, 74 anos, participou do evento e elogiou a apresentação do coral e do grupo de dança. Ela contou que estava se sentindo animada com as atividades e recebeu informações sobre qualidade de vida e direitos dos idosos.

 

São parceiros da Sejus nesta iniciativa as secretarias de Saúde e de Educação do DF, o Conselho de Direitos do Idoso, o Hospital da Catarata, a Ordem dos Advogados do DF, a Ouvidoria do DF, o Residencial Fleur de Lis, o Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, o Detran, a Casa do Ceará, a Associação dos Idosos de Taguatinga, a Fundação Regional de Assistência Oftalmológica, dentre outros.