Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/04/20 às 19h39 - Atualizado em 28/04/20 às 14h08

Idosos elogiam tratamento recebido em hotel onde cumprem isolamento social

COMPARTILHAR

 

 

José Costa, morador do Sol Nascente, 75 anos, está encantado com a oportunidade de fazer amigos e não ficar isolado na própria casa. Ele é um dos novos hóspedes do Brasília Palace Hotel, que vai abrigar 300 idosos para que eles possam manter o isolamento social, nesses tempos de coronavírus. A ação é coordenada pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus-DF). “Tenho quatro filhos, duas netas e moramos juntos numa casa bem humilde e com pequenos cômodos. O risco era muito grande de eu pegar esse vírus perigoso, agora estou me sentindo um homem poderoso. Nunca pensei em me hospedar num hotel”, disse com um sorriso largo no rosto.

 

A Sejus conclui nesta sexta-feira (24) o processo de hospedagem dos idosos selecionados que ficarão hospedados no Palace Hotel. A acomodação teve início na quarta-feira. A ação faz parte do programa Sua Vida Vale Muito, Hotelaria Solidária e visa promover o isolamento social dessas pessoas que têm moradias inadequadas.

 

Nesta quinta-feira (23), a secretária da Sejus, Marcela Passamani, acompanhou a entrega de 300 kits de higiene pessoal doados aos idosos pela Rede Feminina de Combate ao Câncer, através do Portal do Voluntariado. O kit contém sabonete, escova de dente e creme dental. A secretária manifestou satisfação com o sucesso do programa: “Estamos muito felizes com o resultado desta iniciativa. Nossas equipes continuam recebendo ligações e fazendo as triagens para a seleção dessas pessoas e a recepção a elas muito nos alegra”, disse.

 

Alimentação balanceada

 

Vicentina Célia, 73 anos, residente em Samambaia e moradora de Brasília há mais de 50 anos, também está gostando da hospedagem. A cozinheira adorou a comida balanceada: “A comida é de primeira qualidade. Suave, leve, gostosa e nutritiva”, elogiou.

 

Lúcia Helena, 70 anos, moradora da Ceilândia, destacou a atenção que tem recebido no local. “Tratamento melhor possível. Agradeço ao governo e às equipes que aqui estão pelo apoio e pelo respeito e proteção dados aos idosos, para que possamos viver o mais normal possível e com segurança”, disse.

 

Outras iniciativas

 

Marcela Passamani lembrou outras ações que estão em andamento pelo GDF nesses tempos de coronavírus, como o programa Adote um Idoso, que tem à frente a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha. Nesta iniciativa, a Sejus participa através do Programa Voluntariado em Ação, onde uma rede de voluntários cadastrados ajuda os idosos que moram sozinhos nas suas tarefas diárias, como ir ao supermercado, para que não precisem sair de casa. Ela citou ainda a ação Máscara Solidária. No site da Escola Sejus, pode-se ter acesso ao “passo a passo” da confecção e higienização de máscaras. Esta ação está disponível na plataforma virtual: escola.sejus.df.gov.br.

 

Permanência

 

Os idosos hospedados poderão permanecer no local por até três meses para se protegerem da Covid-19. No entanto, podem solicitar o desligamento a qualquer momento, se assim acharem necessário. Em suas chegadas ao local, os idosos assinam o termo de responsabilidade, passam por uma triagem médica, inclusive fazem o teste para o Covid-19, realizados pelos profissionais da Secretaria de Saúde e depois realizam o check-in. Nesse momento, eles se despedem de suas famílias com as quais passarão a ter contato somente via internet ou telefone, uma vez que a medida visa o isolamento social.

Leia também...