Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/04/19 às 17h46 - Atualizado em 23/04/19 às 17h46

Iniciativa sobre harmonia inter-religiosa é premiada pelo Rei da Jordânia

COMPARTILHAR

 

A Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (Sejus/DF), por meio da Subsecretaria dos Direitos Humanos, foi representada no último dia 17, em solenidade de premiação realizada no Palácio Real, em Amman, na Jordânia. A proposta premiada, apoiada pela Sejus, foi apresentada durante atividade da “Semana Mundial de Harmonia Inter-Religiosa” de 2019, em Brasília e foi agraciada pelo Rei da Jordânia, Abdullah II em evento solene de premiação.

 

A proposição, premiada em terceiro lugar dentre outras 1500 concorrentes, foi a criação, no âmbito do Distrito Federal, da Frente Parlamentar da Diversidade Religiosa, proposta pelo servidor da Sejus e membro do Comitê Nacional de Respeito à Diversidade Religiosa (CNRDR), Elianildo Nascimento, através da United Religions Iniciative – URI, Círculo de Cooperação de Brasília, que articulou e formalizou a proposta. A ação foi apresentada e aceita pela Comissão dos Direitos Humanos da Câmara Legislativa do Distrito Federal.

 

Para o secretário da Sejus, Gustavo Rocha, “é importante dar visibilidade a iniciativas que estimulem uma cultura de paz e harmonia entre todas as pessoas, num mundo com tanta intolerância e desigualdade”.

 

“Os mecanismos contra a intolerância precisam ser fortalecidos, assegurando, assim, a liberdade religiosa entre os moradores do Distrito Federal e Entorno”, acrescentou o subsecretário de Direitos Humanos da Sejus, Juvenal Araújo.

 

Esta é a primeira vez que um organismo do Brasil é reconhecido por seus esforços nesse segmento em atividades da semana mundial, desde a instituição do prêmio pelo reino jordaniano.

 

“A compreensão mútua e o diálogo inter-religioso constituem dimensões importantes de uma cultura de paz, independentemente da fé ou convicção das pessoas”, afirmou Elianildo Nascimento, que recebeu o prêmio na Jordânia.

 

Histórico – Em 2010, a Assembleia Geral das Nações Unidas aprovou a proposição do rei Abdullah II para a criação da “Semana Mundial de Harmonia Inter-religiosa”, passando a ser comemorada na primeira semana de fevereiro de cada ano.

 

Desde 2013 o Rei Abdullah II vem premiando as iniciativas e trabalhos voltados à harmonia inter-religiosa desenvolvidas por organismos e pessoas no mundo inteiro, como forma de fomentar e encorajar atuações em prol da construção de espaços seguros de respeito entre as religiões.