Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/01/20 às 15h44 - Atualizado em 9/01/20 às 15h44

Mulheres atendidas pelo Pró-Vítima participam de curso de designer de sobrancelha

COMPARTILHAR

 

Mulheres atendidas pelo Programa Pró-Vítima, da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus-DF), participaram na última terça-feira (8/1) da terceira turma do curso de designer de sobrancelhas, realizado no Núcleo do Programa Pró-Vítima de Taguatinga. A ação, que beneficiou 20 mulheres, é resultado da parceria entre a Subsecretaria de Apoio a Vítimas de Violência da Sejus e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), com o objetivo de qualificar e empoderar economicamente mulheres vítimas de violência e em situação de vulnerabilidade social atendidas nos núcleos do programa.

 

Os serviços oferecidos pelo Pró-Vítima são gratuitos, para todas as pessoas, independentemente de idade, identidade de gênero, condição social e ocorrem em núcleos localizados em Ceilândia, Planaltina, Paranoá, Guará, Taguatinga e na Rodoferroviária. Assim, a vítima de violência pode buscar um dos seis núcleos do programa de forma espontânea ou ser encaminhada por instituições e/ou autoridades públicas, assim como por amigos, parentes ou pessoas da comunidade.

 

Para o subsecretário da Subav, Diego Moreno, a parceria com o Senac é importante pois, com os cursos, auxilia as mulheres a desenvolverem seus potenciais e talentos, conquistando autonomia financeira. ”Proporcionar oportunidade de trabalho para as vítimas é uma das formas eficazes de prevenção e combate à violência contra a mulher”, ressaltou.

 

Pró-Vítima

 

O Pró-Vítima é um programa de atendimento de psicologia e de assistência social voltado a vítimas de violência doméstica, intrafamiliar, psicológica, física, sexual e institucional, e seus familiares. Ao buscar o programa as vítimas são acolhidas e orientadas sobre seus direitos socioassistenciais, além de participarem de sessões de terapia de apoio individual, com foco na violência vivenciada.