Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/03/20 às 18h07 - Atualizado em 11/03/20 às 19h20

Parceria do GDF e STF permitirá cota de estágio para adolescentes do socioeducativo

COMPARTILHAR

 

O Governo do Distrito Federal e o Supremo Tribunal Federal (STF) assinaram, nesta quarta-feira (11), parceria para fortalecer a profissionalização dos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa. O documento foi assinado pelo governador Ibaneis Rocha, o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, e o secretário de Justiça e Cidadania, Gustavo Rocha.

 

O acordo prevê a reserva de vagas de estágio nos editais promovidos pelo STF para atender o sistema socioeducativo. “Com mais esta parceria, esperamos ampliar as oportunidades de inserção dos adolescentes no mercado de trabalho, além de permitir que eles possam ter contato com espaços e profissões capazes de despertar neles novos sonhos e perspectivas profissionais”, explicou Gustavo Rocha. Segundo o secretário, a medida também será importante para inclusão social e econômica desses jovens.

 

O Supremo deverá informar a cota social nos seus programas de estágio. A Sejus, que é responsável pela coordenação do Sistema Socioeducativo no DF, deverá fazer a seleção dos adolescentes de acordo com o número de vagas e os requisitos de escolarização exigidos pelo STF. A Secretaria de Justiça e Cidadania tem parcerias com outras instituições para contratação e profissionalização dos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, como CIEE, Jovem Candango, Ministério Público do Trabalho e Sistema S (Senai e Senac).

 

Números: O Sistema Socioeducativo do DF tem 2.400 adolescentes em cumprimento de medidas de meio aberto, semiliberdade e internação. No total, são 29 unidades de atendimento nas três medidas.

 

Leia também...