Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/12/19 às 17h21 - Atualizado em 3/12/19 às 17h21

Parceria entre governo e sociedade civil fortalece acesso à educação e empregabilidade das pessoas com deficiência

COMPARTILHAR

 

O Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, celebrado nesta terça-feira (3), foi marcado no Distrito Federal pela assinatura de um Protocolo de Intenções para desenvolvimento e execução de políticas públicas voltadas à garantia do trabalho e educação digna e inclusiva para as pessoas com deficiência. O documento prevê a união de esforços da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) com as secretarias Extraordinária da Pessoa com Deficiência, Trabalho, Educação e o Conselho Distrital de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CODDED). A parceria foi firmada durante o Fórum de Soluções Educação e Empregabilidade no Universo da Pessoa com Deficiência, realizado na Escola de Governo do DF.

 

Representando o secretário da Sejus, Gustavo Rocha, o subsecretário de Políticas de Direitos Humanos e Igualdade Racial, Juvenal Araújo, destacou que esse Protocolo de Intenções representa “mais um avanço para qualificação profissional e inclusão desse público no mercado de trabalho”. E lembrou ainda que a Sejus realizou duas edições do “Dia D da empregabilidade” neste ano, quando o tema ainda estava sob a coordenação da secretaria. “Nas duas edições do dia D, promovidas em parceria com a Secretaria de Trabalho, atendemos mais de 4.000 pessoas e oferecemos 600 vagas de emprego para trabalhadores com deficiência”, afirmou.

 

Durante a solenidade de assinatura do protocolo, o secretário do Trabalho, João Pedro Ferraz dos Passos, também reforçou a importância das ações conjuntas envolvendo diferentes órgãos do governo. “Na minha história profissional sempre tive militância com esta causa. Este é mais um momento que estamos juntos para a promoção dos direitos dessa população. Todas as barreiras para empregabilidade das pessoas com deficiência podem ser superadas”, acrescentou.

 

Na avaliação da presidente do CODDED, Ana Paula Batista Soledade, a transversalidade das políticas públicas será fortalecida com mais este documento. “ Essa parceria com governo é muito importante e só fortalece a atução do conselho. No momento em que assinamos esse protocolo, é importante que não façamos apenas cobranças, mas possamos avançar juntos”, concluiu.

 

Secretaria Extraordinária da Pessoa com Deficiência: A pasta foi criada em setembro deste ano e está interinamente sob o comando do Secretário de Justiça e Cidadania, Gustavo Rocha, desde outubro. Antes de sua criação, as políticas e ações voltadas às pessoas com deficiência eram coordenadas pela Sejus, por meio da Subsecretaria de Direitos Humanos e de Igualdade Racial.

 

Dados

 

O DF tem 139.708 pessoas com alguma deficiência, o que corresponde a 4,8% da população. O tipo de deficiência predominante no Distrito Federal é a visual: 2,7% da população declarou possui-la. A deficiência motora é a segunda mais presente; 1,5% da população declarou ter grandes dificuldades ou não conseguir de modo algum se locomover. Em seguida, a auditiva (0,9%) e a intelectual/mental (0,8%). Os dados foram divulgados nesta terça-feira pela Codeplan no estudo “Análises temáticas da PDAD 2018: pessoas com deficiência no Distrito Federal”.