Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/03/20 às 18h27 - Atualizado em 25/03/20 às 18h40

Portal do Voluntariado arrecada doações para enfrentamento do coronavírus

COMPARTILHAR

 

O Governo do Distrito Federal (GDF) criou, nesta quarta-feira (25), o Comitê de Emergência Covid-19. A iniciativa, especificada no Decreto nº 40.559, foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). O objetivo é o de arrecadar doações que possam ajudar no enfrentamento do coronavírus (Covid-19). De acordo com o texto, serão recebidas ajudas de diversas naturezas, como bens móveis e imóveis, dinheiro, serviços, insumos e equipamentos. As doações devem ser feitas sem qualquer tipo de ônus ou encargo ao Distrito Federal.

 

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) está engajada nesta ação através do Portal do Voluntariado. A campanha começa nesta semana e vai durar o tempo necessário para controlar a pandemia no âmbito do DF. Paralela a essa iniciativa, a Sejus lançou uma outra para arrecadação de máscaras, luvas e álcool em gel para população carente, idosos e apoio aos profissionais de saúde voluntários. Para a secretária da Sejus, Marcela Passamani, a ação é fundamental para dar assistência aos que mais necessitam neste momento. “Esta é uma preocupação nossa. Antecipadamente, agradecemos a todos que colaborarem e a todos os engajados nesta ação”.

 

As doações em dinheiro deverão ser creditadas em conta corrente específica para a finalidades de acordo com o Decreto Nº 40.559,de 24 de março de 2020. A agência 0100-7, Conta Corrente 062.958-6, CNPJ 00.394.684/0001-531, Banco 070 – Banco de Brasília – BRB, recolherá as doações em dinheiro.

 

No caso de bens móveis e imóveis, insumos e equipamentos, deverão ser entregues à Secretaria de Economia (CNPJ 00.394.684/0001-53), no seguinte endereço: SIA – SAPS, Trecho 1, Lote H, Brasília, DF.

 

A Secretaria de Estado de Economia do Distrito Federal disponibilizará em seu site (www.economia.df.gov.br) um link específico para as doações e, da mesma forma, a Sejus disponibilizará um link específico no sítio eletrônico www.portaldovoluntariado.df.gov.br.

 

Além disso, a Central de Atendimento 156 prestará informações aos cidadãos que pretendem realizar doações.

 

São as seguintes sugestões de donativos:

 

Proteção Pessoal – Equipamento (EPI) Luvas, máscaras cirúrgicas e óculos de proteção; Álcool Gel – 70%; Material de limpeza – Sacos de lixo grandes e pequenos e outros suprimentos para eliminação de resíduos; Produtos para higiene das mãos – Sabão, toalhas de papel, desinfetante para as mãos, toalhetes para as mãos e lenços; Desinfetante – Por exemplo, alvejante (produto à base de cloro); Roupa de cama, toalhas, cobertores, lençóis, roupas de hospital e roupões extras; cortinas, barbantes e pregos para reforçar as barreiras para o isolamento de doentes (cortinas de chuveiro de plástico também podem ser usadas para esse fim); Fluidos e alimentos extras – Água, sucos, soro de reidratação oral, Gatorade®️, Pedialyte®️, sopas instantâneas, chás, alimentos não perecíveis, etc.

 

Comitê

 

O Comitê de Emergência Covid-19 será coordenado pelo titular da Secretaria de Economia. O grupo ficará responsável por receber, planejar e coordenar campanhas de arrecadação das doações, bem como elaborar ações a serem desenvolvidas para o enfrentamento da pandemia.

 

A rede de captação de doações será composta por integrantes de diversos órgãos e entidades, como a Sejus, as secretarias de Economia, Saúde, Orçamento, Desenvolvimento Econômico, Comunicação, Gestão Administrativa, Economia e Fazenda e Planejamento.

 

Também farão parte representantes da Controladoria-Geral, Casa Civil, Banco de Brasília, Federação do Comércio de Bens Serviços e Turismo (Fercomércio/DF), Federação das Indústrias (Fibra/DF), Federação da Agricultura e Pecuária (Fape/DF), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL-DF), Associação Comercial (ACDF), Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon/DF), Associação Brasiliense de Construtores (Asbraco), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Conselho Permanente de Políticas Públicas e Gestão Governamental do GDF.