Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/12/18 às 19h56 - Atualizado em 22/01/19 às 11h48

Sejus celebra os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos

COMPARTILHAR

 

Em noite de gala, instituições e personalidades que lutam a favor dos Direitos Humanos são homenageados pela Sejus

 

 

A Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (Sejus-DF), por meio da Subsecretaria de Apoio às Vítimas de Violência (Subav), celebrou na quinta-feira (20/12) os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos e condecorou organizações, instituições e sociedade civil envolvidas direta ou indiretamente com ações humanitárias.

A solenidade aconteceu no Minas Hall, onde autoridades e convidados discursaram sobre a importância da Declaração Universal dos Direitos Humanos e a relevância em realizar trabalhos que vão de acordo com os valores transcritos no documento.

 

Durante a cerimônia, convidados de instituições, OnGs e pessoas que desenvolvem trabalhos ligados ao tema foram chamados ao palco para a leitura dos 30 artigos constantes no documento, quando foram premiados pelas notáveis ações promovidas em favor do próximo.

A Subav presenteou os homenageados com duas honrarias – o troféu “Defensores da Justiça e da Cidadania” e a medalha “Mérito Dignidade Humana”.

“Foi uma noite única, quando celebramos os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos e prestamos homenagens a pessoas que se destacam na promoção da dignidade humana. Foi um momento de expressarmos nosso profundo reconhecimento aos que nunca mediram esforços em ajudar o próximo. Lembrando que foi com o apoio de muitos deles que a Subsecretaria de Apoio às Vítimas de Violência conseguiu realizar ações, projetos e programas ao longo do ano. Neste evento, queremos demonstrar nossa gratidão”, declarou Andressa Augusto de Queiros, subsecretaria da Subav.

 

Os 60 troféus foram para condecorar instituições e indivíduos que tenham se destacado na promoção da Justiça, da Cidadania e dos Direitos Humanos, no Distrito Federal, no Brasil e no exterior.

Para o professor Washington Araújo, Chefe da Unidade da Subav, a noite foi marcada pelos melhores ideais de paz, cidadania e justiça social. “Com as diversas parcerias, conseguimos realizar grandes eventos, como Mutirão da Cidadania, Mutirão da Criança, Casamento Comunitário, eventos para a prevenção à violência, apoio e fortalecimento dos vínculos familiares de vítimas da violência”.

 

Durante o evento, diversos grupos artísticos locais mostraram seu talento com apresentações musicais, de percussão e dança, seguido de um jantar ofertado aos participantes.

 

Com isso a Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania do Distrito Federal encerra suas atividades de 2018, prestigiando instituições e pessoas que atuam e atuaram não só em conjunto com a Sejus, como paralelamente de forma continuada, imprescindível e indispensável à toda população do Distrito Federal.