Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/07/19 às 11h28 - Atualizado em 23/07/19 às 12h11

Sejus e Detran retiram mais de 100 veículos que estavam em situação de estacionamento irregular no Campo da Esperança

COMPARTILHAR

 

Após solicitação da Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (Sejus-DF), o Detran realizou uma operação, na última semana, no cemitério Campo da Esperança para a retirada de mais de 100 veículos que estavam em situação de estacionamento irregular, em cima do passeio, como previsto no artigo 181 do Código de Trânsito Brasileiro. Os proprietários foram localizados e orientados pelos fiscais a retirarem os carros e os reboques do cemitério. Dois não cumpriram a decisão e foram autuados pelo Detran, que levou os veículos para o depósito. A maior parte pertence a jardineiros que trabalham de forma autônoma no cemitério.

 

Segundo o subsecretário de Assuntos Funerários da Sejus, Manoel Antunes, os veículos estacionados irregularmente são utilizados como “armários” para armazenar ferramentas de jardinagem. Para evitar que o problema volte a ocorrer, a Sejus estuda duas ações: determinou a concessionária Campo da Esperança que busque a juridicidade da prestação de serviços dos jardineiros autônomos e irá intensificar as operações de fiscalização.

 

“Adotamos medidas administrativas junto a concessionária para que ela encontre a juridicidade da prestação dos serviços dos jardineiros autônomos e também cobraremos da administração do Campo da Esperança mais ações de fiscalização para evitar que os carros permaneçam no local após o fechamento do cemitério”, explicou o subsecretário.