Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/07/19 às 17h40 - Atualizado em 5/07/19 às 19h34

Sejus estará presente com serviços e orientações em Paradas LGBTs do DF

COMPARTILHAR

 

A Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (SEJUS/DF) estará presente este ano nas paradas LGBTs que acontecem a partir deste final de semana no DF. A Sejus estará nos eventos levando informações sobre os direitos e os serviços direcionados a esta comunidade no DF.

 

A primeira parada LGBT do calendário do DF e que receberá a ação da Sejus será a 6ª Parada do Orgulho LGBT do Cruzeiro/Sudoeste/Octogonal. O tema deste ano é “LGBTfobia é crime/50 anos de Stonewall”. A criminalização ocorreu recentemente por meio de decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). A parada acontece no próximo domingo, 7 de julho, e a concentração será na CAESB do Sudoeste, ao lado do Memorial JK, no Eixo Monumental, a partir das 14h.

 

A ação da Sejus se dará através de mesas temáticas com materiais educativos e distribuição de itens de prevenção, como preservativos, ação realizada em parceria com a Secretaria da Saúde. Um dos materiais didáticos a ser distribuído vai orientar sobre como denunciar alguma atitude LGBTfóbica. Essa iniciativa se dará em parceria com a Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial, Religiosa, ou por Orientação Sexual ou Contra a Pessoa Idosa ou com Deficiência (DECRIN).

 

Para o Subsecretário da Subsecretaria de Direitos Humanos e Igualdade Racial da Sejus, Juvenal Araújo, as paradas do orgulho LGBT chamam a sociedade para um novo diálogo em torno das diferenças sexuais e de gênero. “São eficazes mecanismos de promoção do orgulho de ser quem se é, redimensionando concepções que impõem uma forma padronizada de convivência em sociedade”. Ele acrescentou que a Sejus trabalha incansavelmente pela garantia dos direitos de todos cidadãos e cidadãs do Distrito Federal.

 

A Coordenadora de Diversidade LGBT da SEJUS, Paula Benett, afirma que esse momento reúne várias vozes em prol do amor. “Essas vozes levam alegria e cores por onde passam mas, também, é momento de responsabilidade em prol da luta por mais direitos, principalmente o de ser, amar, existir e pedir mais respeito”.

 

A organização da Parada LGBT do próximo domingo é do Grupo “Basta LGBTfobia”. O coordenador do evento é Francisco Albuquerque (Xiko BSB).