Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/06/20 às 12h54 - Atualizado em 19/06/20 às 12h55

Sejus faz campanha sobre violência contra idosos durante pandemia da Covid-19

COMPARTILHAR

 

São preocupantes os números de violência contra os idosos durante a pandemia da Covid-19. Segundo dados do Disque 100, do início de março ao começo de junho deste ano, foram registradas 474 violações de direitos da pessoa idosa no Distrito Federal. Em três meses de isolamento social, o número de casos registrados já atingiu a metade das denúncias de todo o ano de 2019, que fechou com 989 casos. Com esses dados, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), que é órgão responsável pela promoção dos direitos dos idosos no DF, iniciou uma campanha para alertar a população sobre esse problema e divulgar os canais de denúncia. A ação ocorre no mês em que é celebrado o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, em 15 de junho.

 

“Em tempos de pandemia, a preocupação com os idosos é redobrada. Precisamos protegê-los do risco de contaminação pelo coronavírus e, ao mesmo tempo, prevenir e combater as violações de direitos. Para isso, é fundamental a colaboração de toda a sociedade que precisa estar atenta para identificar e denunciar os casos suspeitos”, explicou a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani.

 

Os principais tipos de violação são exposição de riscos à saúde, maus tratos, ameaças e a violência psicológica. As mulheres são as que mais sofreram violações, representando 90% dos números registrados no Disque 100. Ao receber as denúncias, a Sejus encaminha para a rede de proteção e outros órgãos do Distrito Federal, de acordo com o tipo de violação à pessoa idosa. Além de acompanhar as vítimas, a secretaria utiliza os dados coletados para criar políticas públicas de prevenção, acolhimento e proteção à pessoa idosa.

 

Como você pode ajudar a enfrentar a violência contra idoso?

 

Primeiro: aprenda!
Não é só agressão física! Constranger, humilhar, negligenciar cuidados, desviar bens, dinheiro ou benefícios de idosos também são formas de violência.

 

Segundo: cuide!
É dever de todos zelar pela dignidade do idoso e não permitir que ele sofra qualquer tratamento desumano, violento ou constrangedor.

 

Terceiro: denuncie!
Disque 100
Disque 162 – Ouvidoria do GDF
Disque 197 – Polícia Civil
delegaciaeletronica.pcdf.df.gov.br

Procure a Decrin – Delegacia de Repressão aos Crimes contra Pessoa Idosa: (61) 3207-4242