Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/09/19 às 18h40 - Atualizado em 20/09/19 às 12h38

Sejus mais Perto do Cidadão: Cidade Estrutural terá telecentro para inclusão digital de pessoas idosas

COMPARTILHAR

 

A Cidade Estrutural fechou com chave de ouro a sétima edição do Programa Sejus mais Perto do Cidadão que aconteceu nestas sexta-feira e sábado, dias 13 e 14 de setembro, oferecendo vários serviços à comunidade. Sucesso de público e de serviços prestados. No evento, promovido pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus-DF), em parceria com várias secretarias e órgãos do Distrito Federal, foi anunciada a inauguração na cidade, na próxima semana, de um telecentro para inclusão digital das pessoas idosas.

 

Segundo o secretário de Justiça e Cidadania, Gustavo Rocha, a sala com computadores será montada dentro das instalações da Administração Regional, localizada no Setor Central, Quadra 5. “Este é o terceiro centro que o governo entrega à população neste ano. Já inauguramos um no Sol Nascente e outro no Recanto das Emas”, afirmou.

 

Ele explicou que a proposta é desmistificar o uso de novas tecnologias às pessoas idosas. “Estamos iniciando com o uso do computador e da internet, e mais adiante vamos passar para os smartphones, que hoje são muito utilizados para acesso aos serviços públicos”, detalhou. Até o final do ano, a ideia é criar outros pontos de inclusão. “Vamos trabalhar para levar esses centros para todas as cidades”, disse.

 

Devido à grande procura pelos serviços do Na Hora, para as pessoas tirarem documentos como carteira de identidade, o secretário da Sejus prometeu que os serviços voltarão à cidade na semana que vem. Mais de 30 mil pessoas já foram beneficiadas com as ações em suas cidades.
Programa Sejus mais Perto do Cidadão – Funciona assim, o programa define uma cidade do Distrito Federal e reúne parceiros capitaneados pela Sejus para fazer a ação, levando serviços para a cidade durante dois dias, sendo que na semana do evento são realizadas palestras e oficinas de conscientização nas escolas sobre direitos humanos, prevenção ao uso de drogas e bullying.

 

A cada edição aumenta o número de parceiros e voluntários. Além de secretarias e órgãos de governo, chama a atenção o grande número de voluntários da iniciativa privada.
Voluntários – Renata Bittencourt, professora e assessora de extensão do UniCeuB, chegou à Cidade Estrutural com uma equipe de mais de 20 alunos para prestar serviços à comunidade. “Desde 2001, a universidade está envolvida em trabalhos voluntários, agora apoia ações da Sejus”.

 

O grupo de alunos dos cursos de Enfermagem e Biomedicina atendeu a população com medição de dosagem de glicemia, pressão arterial e outros serviços. “É Importante para os profissionais crescerem como cidadãos mais responsáveis socialmente”, disse. Também a faculdade Anhanguera esteve no local com equipe de enfermagem para os alunos conhecerem a “realidade social”.

 

Já o Instituto Rita Trindade participou de quase todas as edições do programa. Além dos profissionais fazerem atendimento odontológico de crianças até 12 anos no local, realizam um diagnóstico da saúde bucal dessas crianças de locais mais vulneráveis socialmente. “Muitas vezes as pesquisas oficiais realizadas mascaram a realidade, que é mais cruel. Aqui, em crianças com 20 dentes é comum encontrarmos seis deles careados”, contou Ana Cristina Mota, cirurgiã dentista e jornalista do instituto. “Além do mais, o trabalho realizado foca na humanização, no preparo das crianças e pais que são recebidos pela Turma da Ritinha para tornar a ação lúdica”, afirma indicando os bonecões que são postados na porta da tenda com grandes escovas de dentes. Em cada dia eles atendem uma média de 60 crianças.

 

Salma Lídia, 22 anos, participa como voluntária desde a ação do programa em Brazlândia. Foi selecionada através do Portal do Voluntariado. “Experiência melhor possível. Oportunidade incrível de ajudar as pessoas mais vulneráveis”. Ela ajuda com alimentação, montagem do ambientes e tudo mais que precisar no evento”, disse.

O programa já contemplou as cidades administrativas da Candangolândia, Paranoá, Recanto das Emas, Planaltina, Brazlândia e São Sebastião.

 

Parcerias – São parceiros desta ação: a Administração Regional do SCIA e Estrutural e as secretarias da Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão; Saúde, Segurança, Turismo, Mulher, Desenvolvimento Social, Juventude e de Atendimento à Comunidade. Serviço de Limpeza Urbana -SLU; Companhia Energética de Brasília – CEB; Companhia de Saneamento Ambiental do DF- Caesb; Departamento de Trânsito do Distrito Federal – DETRAN; Polícia Civil do DF; Polícia Militar do DF; Corpo de Bombeiros; Banco Regional de Brasília – BRB; Correios; Defensoria Pública da União; Defensoria Pública do DF; Superintendência Regional do Trabalho; Polícia Rodoviária Federal; Superintendência do Sistema Penitenciário; Tribunal Regional Eleitoral; Receita Federal; Transporte Urbano do Distrito Federal; INSS; Justiça Federal; Tribunal de Justiça do DF e dos Territórios; Ministério Público do DF e Territórios; Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal – CODHAB; Fundação Regional de Assistência Oftalmológica (FRAO) e Uniceub.