Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/03/20 às 14h53 - Atualizado em 6/03/20 às 15h01

Sejus propõe criação de Instituição de Longa Permanência para Idosos no DF

COMPARTILHAR

 

A construção da primeira Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) do Distrito Federal e a criação do Centro Dia do Idoso foram temas tratados na reunião entre o secretário-executivo da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), Maurício Carvalho, o subsecretário de Políticas para o Idoso da Sejus, Washington Mesquita, a desembargadora do Tribunal de Justiça do DF, Ana Maria Duarte, e a juíza da Central Judicial do Idoso, Monize da Silva. As unidades deverão ser construídas na Região Administrativa do Sol Nascente. A reunião foi realizada na quarta-feira (4/3), no Palácio do Buriti.

 

No DF, atualmente, existe uma fila de espera com 178 idosos em situação de vulnerabilidade social aguardando vagas em cinco ILPIs conveniadas, nenhuma delas de natureza pública. São disponibilizadas um total de 251 vagas, quantidade insuficiente para atender à demanda.

 

Já o Centro Dia do Idoso destina-se a atender idosos com algumas limitações para a realização das atividades da vida diária. Podem ali permanecer durante determinado período do dia, onde são assistidos e depois retornam ao convívio familiar, preservando assim vínculos familiares e comunitários.

 

Segundo Washington Mesquita, o Centro Dia do Idoso será um local de acolhimento, onde o idoso poderá praticar atividades físicas, acompanhamento médico, alimentação e outras atividades durante o dia. “Estamos trabalhando efetivamente para que nossos idosos sejam muito bem cuidados e tenham opções de lazer, saúde, educação e entretenimento. Esse é o objetivo deste governo”, ressaltou.