Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/11/19 às 16h12 - Atualizado em 6/11/19 às 16h12

Sejus realiza capacitação de servidores sobre Protocolo de Atenção ao Suicídio do Sistema Socioeducativo

COMPARTILHAR

 

Teve início nesta quarta-feira (6/11) a capacitação sobre o Protocolo de Atenção ao Suicídio do Sistema Socioeducativo. A iniciativa é da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) e acontece na Escola de Governo – EGOV.

 

Serão três turmas nos meses de novembro e dezembro com vagas para 30 servidores em cada uma delas. A expectativa é a de que ainda nesse ano 90 servidores sejam preparados para identificar adolescentes em risco e aptos a conduzir e manejar esse tipo de situação.

 

O suicídio é um problema social e de saúde pública recorrente entre os adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, principalmente dentre aqueles que se encontram em privação de liberdade. Por isso, a Sejus, através da Subsecretaria do Sistema Socioeducativo, das Gerências de Saúde das Unidades de Internação e da Gerência de Treinamentos Específicos, vem dedicando atenção especial ao tema.

 

A elaboração do Plano de Prevenção ao Suicídio do Sistema Socioeducativo e o lançamento do Protocolo são fruto de ações realizadas para a garantia dos direitos e da valorização da vida desses/as adolescentes.

 

O Protocolo é um dos produtos do Plano de Prevenção ao Suicídio no que se refere especificamente à medida socioeducativa de internação e visa, sobretudo, fornecer informações sobre o suicídio para os profissionais do sistema socioeducativo que atuam nas unidades de atendimento inicial, internação e internação provisória.

 

Para o subsecretário do Sistema Socioeducativo, Demontiê Alves, “capacitar os servidores quanto ao Protocolo de Atenção ao Suicídio é essencial para que se aprenda a lidar da melhor forma possível com esse problema de saúde pública, que se faz presente também entre a população jovem e adolescente em conflito com a lei”.

Leia também...