Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/01/20 às 17h36 - Atualizado em 9/01/20 às 17h36

Sistema Socioeducativo do DF tem projeto nas férias para valorização da vida

COMPARTILHAR

 

Já está em andamento, durante todo o mês de janeiro, o projeto “Férias ConVida” nas unidades socioeducativas do Distrito Federal. Além de propiciar o acesso a diversas atividades, o projeto trabalha com a temática da Valorização da Vida, uma vez que esse período costuma ser considerado crítico no que se refere ao aumento da ociosidade, da ansiedade e de sofrimentos psíquicos. Como as unidades seguem a lógica do calendário escolar da rede pública de ensino, o intuito é oferecer atividades nesse período de férias e recesso escolar, suprindo esta lacuna.

 

A previsão é a de que neste ano de 2020 sejam atendidos cerca de 300 adolescentes e jovens que cumprem medidas socioeducativas em meio aberto, restritivas ou privativas de liberdade. Serão contempladas 22 unidades socioeducativas em meio aberto, semiliberdade e internação, com a participação de 11 voluntários selecionados por meio do Portal do Voluntariado do Distrito Federal.

 

Os voluntários selecionados passaram por capacitação específica e ofertarão atividades tais como oficinas de desenho, origami, Tai Chi Chuan, Quick Massage e Pilates, comunicação não-violenta, dentre outras.

 

O Projeto Férias ConVida surgiu de uma experiência piloto realizada em julho de 2019, durante o período das férias escolares das unidades de internação e internação provisória do Sistema Socioeducativo. No projeto piloto, em 2019, houve a participação de cinco voluntários, que ofertaram oficinas de jogos teatrais, de Tai Chi Chuan, de arte e expressão e de orientação vocacional. No total, foram atendidos por meio das oficinas 196 adolescentes vinculados a unidades de internação e internação provisória.