Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/04/21 às 16h22 - Atualizado em 7/04/21 às 17h49

Socioeducandos do DF são classificados no Enem

COMPARTILHAR

Foto: Divulgação/Sejus

 

No Sistema Socioeducativo do Distrito Federal, os adolescentes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade e Jovens sob medida Socioeducativa (Enem PPL) foram classificados e seguem para a fase de inscrição no Sistema de Seleção Unificado (SiSU), no Programa Universidade Para Todos (ProUni) ou do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O resultado foi divulgado, nesta semana, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

 

Ao todo, o sistema socioeducativo contabilizou 190 inscritos no exame, sendo 186 como treineiros, que realizaram as provas para treinar os conhecimentos; e quatro como participantes aptos a concorrer a uma das vagas de acesso ao ensino superior. Desses quatro concorrentes, dois realizaram as provas, e conseguiram notas de destaque no certame.

 

“A cidadania, mais uma vez, é o alvo dos socioeducandos. Para nós, essa conquista afeta tanto eles quanto a população do Distrito Federal, que passa a contar com novos estudantes e futuros profissionais que vão atender a nossa cidade em diversas áreas de atuação no mercado profissional”, afirma a secretária Marcela Passamani. “Seguimos trabalhando para ressocializar esses adolescentes”, declara.

 

Na prática, os adolescentes foram avaliados em seis áreas de conhecimento, como linguagens, códigos, ciências humanas, ciências da natureza, matemática e tecnologias, em provas realizadas nos dias 23 e 24 de Fevereiro de 2021, dentro das unidades de internação.

 

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), a previsão para as inscrições do primeiro e do segundo semestre de 2021 – usando as notas do Enem 2020, seguem de 6 a 9 de abril para o SiSU; 13 a 16 de abril no ProUni; e 20 a 23 de abril para quem tentar ingressar no ensino superior com o Fies.

 

Enem

 

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi instituído em 1998, com o objetivo de avaliar o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. O exame aperfeiçoou sua metodologia e, em 2009, passou a ser utilizado como mecanismo de acesso à educação superior, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Programa Universidade para Todos (ProUni) e de convênios com instituições portuguesas.

 

Os participantes do Enem também podem pleitear financiamento estudantil em programas do governo, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os resultados do Enem continuam possibilitando o desenvolvimento de estudos e indicadores educacionais.

 

As provas do Enem 2020, versão impressa, foram realizadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021. Pela primeira vez, o Inep realizou o Enem Digital, com aplicação em 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021. Já o Enem PPL ocorreu nos dias 23 e 24 de fevereiro, mesma data da reaplicação do exame.