Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/09/21 às 8h12 - Atualizado em 9/09/21 às 8h12

Unidade de Internação de Santa Maria agora conta com espaço literário

COMPARTILHAR

 

A Secretaria de Justiça e Cidadania inaugurou um espaço literário na Unidade de Internação de Santa Maria (UISM). A ideia surgiu durante a pandemia, a partir de um clube de leitura formado em maio. O espaço está aberto à visitação dos adolescentes e também fica disponível às intervenções pedagógicas que os professores desejarem agregar às suas aulas.

 

A secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, reconhece a importância do espaço literário, pois proporciona um desenvolvimento emocional e social indiscutíveis. “Além do desenvolvimento intelectual e cultural desses adolescentes, o espaço também proporciona um maior senso de sociabilidade, contribui para a formação de uma mentalidade renovada e auxilia na manutenção da saúde mental deles”, completa a secretária.

 

A ideia do antigo clube de leitura era oferecer contato com o hábito de ler livros e, assim, ocupar o tempo dos socioeducandos de forma positiva, principalmente nos fins de semana. Afinal, esses jovens ficaram sem o convívio físico com seus familiares e as atividades rotineiras ficaram mais restritas durante a pandemia.

 

“Diante desse cenário, surgiu a ideia de organizar o clubinho de leitura. Nesse momento, para além dos benefícios pedagógicos de tal estratégia, o objetivo principal era propiciar momentos de acalanto para minimizar as dores da solidão”, explica a idealizadora do clubinho, professora Rejane Matias.

 

Inicialmente, o atendimento do clubinho não se estendia a todos, apenas às turmas da disciplina de Língua Portuguesa. Com o tempo, o clubinho cresceu e foi necessário criar uma estratégia de atendimento, que inclui ficha de adesão e controle de empréstimo e devolução das obras.

 

Com a ampliação do projeto, a direção da unidade cedeu um espaço maior e com mobiliário apropriado para a construção de uma sala de leitura. Algumas obras integravam o acervo da Sejus e outras foram recolhidas por doações.

 

Os cidadãos que desejarem, podem doar revistas e livros de literatura infanto-juvenil em bom estado de conservação. A responsável por receber as doações é a professora Rejane, que pode ser contactada pelo e-mail profrejane@yahoo.com.br.

 

Homenagem

O local foi intitulado Espaço Literário Sandrox, em homenagem ao produtor musical e arte-educador Alessandro Oliveira, que faleceu em abril de 2021, em decorrência de Covid-19. O artista e rapper Sandrox teve grande influência na cena cultural de Samambaia, e se notabilizou em todo o DF.

*Com informações do Sinpro-DF.